Alternativas para um Carnaval sem desperdício

Nessa época de festa vale observar nosso comportamento e o quanto de lixo estamos produzindo e buscar alternativas para minimizar nosso impacto.
Foto: Google Imagens

Uma das épocas mais divertidas do ano chegou. Sim, Carnaval é uma delícia, mas não podemos negar que  é um evento que produz muito lixo. No fim dos blocos e desfiles é muito comum encontrar montanhas de lixo espalhadas pelas ruas; dezenas de latinhas, papéis, copos plásticos, canudos e glitter, muito glitter.

Se estamos em um momento de repensar nossos hábitos precisamos prestar atenção nas nossas atitudes diárias, certo? Por isso, vale observar nosso comportamento e o quanto de lixo estamos produzindo nesse momento de folia e buscar alternativas para minimizar nosso impacto.

Aqui vão algumas dicas 🙂

Produza menos lixo

Durante o Carnaval a produção de resíduos aumenta significativamente (um exemplo, durante o carnaval de 2016 em Florianópolis – SC, a produção de resíduos associados às festas chegou a 163,9 toneladas, um aumento de 50% com relação a 2015), portanto, evitar usar itens descartáveis, sempre que possível, já é uma atitude com grande impacto, aconselha o Instituto Akatu.

Mas, se for usar, jogue o lixo no lixo. Uma dica é levar consigo um saquinho para guardar seu lixo até encontrar um local apropriado para o descarte.

Lembre-se também de separar e enviar para coleta seletiva todas as embalagens de plástico, vidro, metal, além de todo papel que for gerado nas suas festas de carnaval.

Customização e criatividade

Prefira reutilizar e customizar suas  fantasias, vale até trocar com os amigos. Os brechós  também são uma ótima opção para encontrar bons itens que além de serem mais acessíveis ainda estendemos a vida de peças já descartadas.

Resíduos têxteis que estão esquecidos por aí também podem virar um ótima fantasia. No Banco de Tecidos você pode encontrar tecidos bem divertidos para montar sua fantasia e  arrasar na avenida. Seja criativo!

Diga não aos microplásticos

Sabia que os glitters tão usados nesse período de festa são microplásticos? Os microplásticos são pequenas partículas com menos de 5 milímetros que não são biodegradáveis e um dos principais poluentes dos oceanos.

Quando lavamos o rosto ou o corpo essas pequenas partículas escorrem pelo ralo e, por serem pequenas demais,  não são filtradas no sistema de tratamento de esgoto e acabam parando em rios e mares, contaminando a vida marinha.

A boa notícia é que já encontramos alternativas de glitters e purpurinas biodegradáveis que são feitas à base de algas e minerais. Assim, podemos  brilhar a vontade sem prejudicar o meio ambiente \o/

Veja abaixo algumas marcas que oferecem esses produtos.

Lá do Mato – Produtos: glitter natural e spray purpurinado – Disponível aqui.

Pura Glitter – Produtos: pasta pura! e glitter natural – Disponível aqui.

Glitra – Produtos: purpurina biodegrádavel a base de plantas – Disponível aqui.

Com Amor Florinda – Produtos: glitter ecológico – Disponível aqui.

Bioglitz – Produtos:  glitter e purpurina biodegradáveis – Disponível aqui.

Para mais informações sobre o impacto do glitter e dos microplásticos no meio ambiente leia a matéria da BBC Brasil, disponível aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *